terça-feira, 27 de julho de 2010

"Perfeito,
meu delicado diamante,
tão lapidado, zelado.
Construído alicerçado em verdades,
dolorosas, necessárias, belas;
afeto e quedas.
Por vezes arranhado,
todavia,
sempre riscando o que o arranhou.
Por vezes desacreditado,
todavia,
sempre cortando o que o desacreditou.
Sua força o sustenta, sua beleza atrai.
Eis que nomeio o meu diamante amizade.
Eis que o nomeio Gabriela."


Eu te amo, Bibis.

Um comentário: